Instruções para o colapso do Coletivo Cartográfico

[música original para espetáculo de dança]

Carolina Nóbrega, Fabiane Carneiro e Monica Lopes, Criadoras/Performers e direção (Integrantes do Coletivo Cartográfico) - Concepção Inicial, Coletivo Cartográfico e Andrea Mendonça - Alex Ratton, Provocador artístico - Henrique Lima e Jerônimo Bittencourt, Preparadores corporais - Felipe Merker Castellani e Coletivo Cartográfico, Concepção de trilha sonora - Coletivo Cartográfico, Concepção de cenário - Coletivo Cartográfico, Concepção de figurino:

Viviane Bezerra, Produção - Natalia Fernandes, Oficina Demolições Corporais - Val Lima, Fotografia - Joana José dos Santos, Costureira - Emiliano Goyaneche, Video (Captação e Edição).

 

Instruções para o Colapso investiga a dança contemporânea em interface com a linguagem da performance. Nessa pesquisa, as criadoras-performers buscam se colocar em situações de risco que permitam que seus corpos sejam atravessados de informações, acontecimentos, sensações e estruturas espaciais. Dessa maneira, o corpo como entidade individual é questionado e, por meio de sua desconstrução, também a rua deixa de se apresentar como território fixo, sendo desnudada como um campo transitório e fragmentado. Essa desconstrução é provocada, aqui, por diversos dispositivos, regras, agenciamentos, programas, movimentos, coreografias. Cria-se uma ordem para a desordem – instruções para o colapso.

Instruções para o colapso foi contemplado pelo ProAC Primeiras Obras de Dança e estreado em 2012 na Praça da Sé, São Paulo.

Música_efêmera

[performance audiovisual]


Alessandra Bochio, Vídeo - Alexandre Zamith, piano - Felipe Merker Castelani, Live electronics

 

Música_efêmera é uma performance improvisatória, na qual instrumento acústico e meios eletrônicos convergem em busca da construção de diferentes territórios sonoros e relações audiovisuais. As técnicas de preparação do piano, a exploração do interior do instrumento e também os sons produzidos da maneira tradicional somam-se aos processamentos audiovisuais realizados em tempo real, permitindo assim a construção de um ambiente dinâmico e interativo. Como os percursos temporais são traçados no momento da performance, estão sempre sujeitos a bifurcações e mudanças abruptas; os territórios explorados são sempre provisórios.

Música_efêmera foi estreada em 2013 na série de concertos do projeto Pianisticontemporâneo de Alexandre Zamith, premiado pelo Edital ProAC da Secretaria do Estado da Cultura de São Paulo.

 

2

[música acusmática]

Felipe Merker Castellani, Composição

2 é uma miniatura composta especialmente para o projeto NMEaniversário#2, que tem como resultado uma coletânea de peças acúsmáticas com duração de até 2 minutos. 2 é inteiramente composta a partir de procesos de defasagens aplicados à amostras de sons instrumentais, que são multiplicados através de linhas de delay.

[topo]

Música_efêmera (versão apenas sonora) - Felipe Merker Castellani e Alexandre Zamith
00:00 / 00:00

Gravação realizada em junho de 2013, no estúdio do Laboratório de Acústica Musical e Informática, LAMI-USP. Este projeto artístico foi realizado com o apoio do NuSom-USP.

Agradecimentos: Fernando Iazzetta (coordenação) e Pedro Paulo Kohler (técnico de gravação)

2 - Felipe Merker Castellani
00:00 / 00:00